Como lidar com o abandono e superar a rejeição | Suely Buriasco

Como lidar com o abandono e superar a rejeição

Postado em 02/12/2014 | 17 comentários

Por Suely Buriasco

volta-por-cimaA rejeição é, sem dúvida, um trauma capaz de provocar grande dano na vida das pessoas. A desilusão pelo rompimento indesejado causa ressentimento que não sendo trabalhado devidamente, dá origem a diversos transtornos psíquicos e até físicos. O sentimento de não sermos amados ou aceitos é o estopim de mágoas e outros sentimentos destruidores.

Não é fácil ser abandonado, entretanto, se isso já é um fato é preciso pensar em maneiras de reconstruir a própria vida, procurando esmerar-se nisso.

Nesse sentido algumas dicas podem ser úteis.

1- Aceite o fato consumado

Enfrentar a realidade é fundamental, porque enquanto você ficar se iludindo, na esperança de que a pessoa retorne e volte atrás, nada vai mudar. Chorar, suplicar pelo amor de alguém que não lhe quer só vai piorar seu sofrimento. Amar e não ser amado não desmerece ninguém, mas implorar amor fere a dignidade de qualquer pessoa.

2- Encare a situação como sendo um ciclo que se fechou

A vida é cíclica, o que corresponde dizer que um ciclo de fecha para que surja um novo. Não é o fim da sua vida, muito menos do mundo! Não alimente pensamentos de perda, afinal o relacionamento deu certo por algum período e momentos bons aconteceram. Certamente todas as experiências vividas contribuíram para o seu amadurecimento e, portanto, valeram a pena. Mas agora isso é passado e você precisa olhar para frente, renovar o ciclo.

3- Não alimente emoções destrutivas

Sentir raiva diante do abandono é normal e pode até ser muito saudável, desde que cumpra seu papel de defesa e depois se transforme em aceitação.  Quando a raiva vira ódio, culpa, ressentimento, desejo de vingança, desespero e impotência passa a ser corrosiva para a alma e causa maior sofrimento. Permita-se vivenciar as fases naturais do luto pelo fim de seu relacionamento, mas não se entregue a elas. Para tanto, mantenha o bom senso e o equilíbrio não alimentando emoções negativas em seus pensamentos e ações.

4- Pense em você

Claro que sua autoestima está abalada, mas não permita que desmorone; antes cuide e a estimule através do cuidado com você mesmo. Ninguém merece, mas quase todo mundo se sente rejeitado, em algum momento da vida. Mantenha-se bem, cuide da sua aparência e saúde, pratique exercícios, divirta-se com amigos e familiares, empenhe-se no trabalho e olhe para o espelho com satisfação.

5- Seja você e não se deixe levar pelo recalque

Não procure saber da vida de quem não quis mais compartilha-la com você, evite qualquer tipo de encontro e mesmo informação, pelo menos até que a ferida cicatrize. Também não queira mostrar indiferença ou forçar situações do tipo “estou muito bem, obrigado”. Nada mais patético do que a pessoa querer mostrar o que não é e o que não sente.

Enfim, troque emoções negativas por positivas, supere essa dor e candidate-se a viver novas possibilidades. Afinal, ser feliz é preciso!

 

  • Share/Bookmark

Suely Buriasco Recomenda:

17 Respostas para“Como lidar com o abandono e superar a rejeição”

  1. welington de oliveira ferreira says:

    Obrigado,eu precisava ler isso estou nessa situação a um mês é muito ruim a sensação de abandono.

  2. Olá Welington!

    Eu que agradeço o seu gentil comentário.

    Desejo que esteja a cada dia superando mais e mais. Olho na sua autoestima!

    Grande abraço

    Suely

  3. Antonio Pereira de Jesus says:

    ola falar é facil quero ver é esquecer mesmo

  4. Mary says:

    Como superar quando não se tem nenhum amigo pra conversar?

  5. Olá Mary!

    É muito importante buscar ajuda, caso você não sinta confiança em ninguém de sua relação, o melhor é procurar ajuda profissional.
    Um abraço
    Suely

  6. Lucas Henrique says:

    No meu caso foi abandono de amigos mesmo, eu considero amigos algo importante e fundamental em minha vida, quando eu perdi esses dois amigos a sensação de vazio no peito foi agoniante e ao mesmo tempo sufocante, no entanto estou aprendendo com a dor e vivendo um dia de cada vez. Obrigado por suas palavras.

  7. Carlos Henrique Cantanhede cunha says:

    O que fazer quando se trata de divórcio e tem filhos envolvidos? O contato é quase inevitável…

  8. Gilberto says:

    Estou sofrendo muito pois a pessoa que eu amo muito me abandonou e pior que isso temos a guarda de uma criança de 11 anos que também é muito apegada a ela mas terá que ficar comigo porque ela não terá condições financeiras pra cuidar dá criança..Nesse caso será sofrimento dá minha parte é também do menino.
    Só Deus pra dar força..Tenho que superar isso..Mas não faço ideia como farei..Peço apoio psicológico a vocês…Obrigado.

  9. Talita Elizabeth P de Miranda says:

    No meu caso sempre foi a minha família,desde criança nunca fui aceita e me apontavam o tempo todo e me sentia muito triste,queria muito ser aceita Dai cresci me tornei mulher e eles não me queriam ali,parecia que eu os incomodava que não me queriam ali e eu tinha certeza disso….fui morar em outra cidade e me vi mais uma vez abandonada por eles completamente e esse sentimento de abandono virou ódio…e esse ódio me consumiu durante anos Até que percebi que isso não me fazia bem. Perdoei minha família pq eu merecia paz e olhei para o lado e vi que eu construí uma família linda e não preciso me nutrir por um ódio que não ia ter fim.

  10. Danilo Carrara says:

    Olá,

    Estou muito mal pois primeiro perdi meu emprego e com ele a estabilidade financeira e para melhorar um pouco a situação tive que aceitar trabalhar em algo que não dava o retorno necessário e além disso tive que me arriscar viajando com moto pequena em meio a trânsito perigoso debaixo de chuva por muitas vezes

  11. Barbara guimaraes says:

    Meu sábio pai, ao me ver desolada me disse: vale a pena estar assim por quem deixou? Seja feliz com quem permanece ao seu lado e nao deixe a tristeza te consumir por quem te abandonou. Facil nao é, mas a responsabilidade é totalmente indivisual. Vao ser feliz que ainda da tempo.

  12. Barbara guimaraes says:

    Meu sábio pai, ao me ver desolada me disse: “Vale a pena estar assim por quem te deixou? Seja feliz com quem permanece ao seu lado e nao deixe a tristeza te consumir por quem te abandonou”. Facil nao é, mas a responsabilidade é totalmente individual. Vamos ser feliz que ainda da tempo.

  13. Obrigada pelo ótimo comentário, Barbara!
    Seu pai é mesmo um sábio.

    Abs

    Suely

  14. Oi Danilo

    Espero que as coisas estejam melhores para você.

    Suely

  15. Parabéns pela superação, Talita!

  16. Olá Gilberto!

    Espero que tudo esteja mais calmo agora.

    Um abraço

    Suely

  17. Leo says:

    Amo minha ex-mulher,terminou comigo dizendo estar cansada,sou trabalhador faço todas as vantades dela nunca deixei faltar nada,ainda assim me sinto um merda incompetente

Deixe um Comentário

Wp Plugin by capn3m0